B-S/A: Incluso na Moda

terça-feira, junho 30, 2015



"Até quando a popularização de um estilo underground é bom?Até onde as pessoas pesquisam sobre as referências mostradas no Mainstream ?"


Sobre: O intuito do projeto é mostrar de forma bem pessoal a sua visão sobre a moda alternativa popularizada nas grandes fast-fashion.Não é preciso ser entendedora do assunto didático,mas mostrar a sua visão como consumidora e uma pessoa com estilo próprio.Afinal, popularizar a venda de roupas underground é bom ou ruim?


Hey, grrrls! Esse é projeto do grupo Blogueiras S/A e através dele venho mostrar um pouco do que penso sobra a popularização dos estilos que até então faziam parte do mundinho cheio de pré-conceitos da maioria da sociedade. Aquelas roupas e acessórios que o povo chega a virar o pescoço e solta um "Cruzes", ou um famoso"Tá Amarrado"! Mas por que esse estilo abruptamente  vem caindo nas graças dos comerciantes e seus clientes? Não é de hoje que caveira passou a ser fofo, que tachinhas é item indispensável para quem quer uma peça diferenciada, que coturno é fashion e que batom preto é a última moda! 

Fiz um quadrinho lindo esclarecendo os meus principais pontos:


Vamos começar pelas coisas boas porque é melhor. Lógico que nisso tudo eu vejo pontos bem grandes positivos que favorecem muito a cena e quem é adepto de um estilo até então mais underground.

1) Variedade

Muito mais produtos vão ser colocados nos mercado com a popularização. De grandes marcas/nomes a lojas pequenas pensam em fazer sua versão da peça popular. Daí, mais oportunidades para vocês escolher o que compor no seu visual. 

2) Acessibilidade

Se tem mais marcas vendendo você acha os produtos para adquirir com mais facilidade. De fastfashion a loja de balaio e no e-commerce.


3) Preços Variados

É tanta fartura de design e distribuidores que permite a competição do mercado, oferecendo valores caros e baratos. Mas com isso você também pode escolher a qualidade do produtor que quer comprar. Averiguar se o preço faz jus ao que está sendo oferecido. Nada mais de comprar uma peça chinfrim por pensar que não terá igual em lugar algum no mundo inteirinho!

É, mas infelizmente tem o lado negativo, o lado que incomoda.

1) Sazonal

Pois é, o produto meio que vira fruta, datado pela estação. Só que nem sempre ele volta na mesma época do ano seguinte, quando é substituído por uma nova moda. Aí os produtos ficam datados, lembrando tempos passados e desuso. Aí quando acaba a moda é o momento que as pessoas voltam a ter aversão ao estilo só que em dobro, porque agora elas vão te achar "estranho" and "brega". 

E eu ligo para isso? Que bom que não!

2) Banalização

Isto se dá quando a moda pega. O uso vai de qualquer pessoa, da "nem" do funk que agora é estilo funk gotchika, da vovó que faz ginástica na praça, everybody together na balada com a mesma roupa, não importa se tem a ver com a balada. Também na academia, todo mundo no shopping , etc, etc, etc. Qualquer pessoa usando da forma que lhe agradar melhor. Justo pra ela? Lógico! Mas todos pensando que "você" não está bom o suficiente com aquela roupa que você veste tipo, quase sua vida inteira. 

Acho que as questões contra acabam se sobressaindo, dá muito pano pra manga. Mas, este é o meu olhar sobre a popularização dos estilos underground. E você , acha o que sobre o assunto?

Você pode conferir o pensamento de outras blogueiras nos links abaixo:


Vocêtambém pode gostar

0 comentários

Podem comentar, ainda não paga!! Beijo e um queijo!