O que aprendi sobre a Vida, o Universo e Tudo Mais

quarta-feira, janeiro 07, 2015


Já falei que não gosto de fazer resenhas de livros, mas de alguma forma acabo fazendo umas reflexões sobre o que eu aprendi com a leitura. Aí dá para as pessoas terem uma noção do que o livro aborda!

O contexto das histórias de Douglas Adams são riquíssimos, acabo fazendo analogias com minha própria vida e com a dos outros também. Afinal, as pessoas de alguma forma acabam vivendo um pouco a vida dos outros. Ao menos que você seja totalmente desencanado. Não estou falando em ser fofoqueira, estou falando em sentir o Universo ao nosso redor. 

Não consigo estar em um local, ver coisas que me incomodam ou despertam curiosidade e ficar quieta na minha. Comigo não tem essa história do problema ser de outra pessoa, sou observadora. E o que acontece no mundo com outras pessoas pode de alguma forma impactar na minha vida, isto é importante ser percebido.

Hoje, por exemplo, estamos no início de um novo ano, seja para novas expectativas de vida, para a política ou para economia. Mas apenas no início do ano as pessoas se dão conta que todos os preços aumentaram, principalmente o da passagem. Mas todo ano sabemos que isso vai acontecer no primeiro dia do ano seguinte. E apenas quando acontece temos uma reação. Sendo que o ano anterior deixou evidências descaradas ao longo de seu percurso que tudo estava indo de mal a pior, só que as pessoas, que até o momento não tinham sido afetadas, resolveram pensar que o problema não era com elas. Logo menos tudo seria resolvido. Estava lá, o tempo todo, na nossa frente, bem grande, mas resolvemos não enxergar porque era um problema de outra pessoa! 

Ainda nos dias atuais, em tempos de globalização e internet as pessoas fazem questão de viver reclusas e serem céticas o suficiente para ainda pensarem que são únicos e quase tudo que é novo, consequentemente, será uma ameaça. Que em tempos atuais ainda é necessário tocar, sentir, ou ver acontecer com nós mesmos para ter a certeza que existe, e que assim, então, é possível que aconteça de fato. Grande erro do homem ainda viver em um mundo recluso, cheio de pré-conceitos , tudo etnologicamente ditado. Chega de pensar que as coisas só podem piorar e que nunca ficarão melhores do que está somente porque o mestre mandou pensar desta forma. 

Ora, mas é errando que se acerta. Uma hora tem que acertar, principalmente quando você não tem essa pretensão. Erre o caminho e se ache. Erre o chão e voe! Mas você não sabia que poderia voar? Ahh, se permita! As mazelas do Universo só são em parte culpa sua, não somos responsáveis sozinhos por tudo o que acontece. Talvez sejam esses problemas que deva colocar momentaneamente de lado, não pensar sempre no micro, em você, no seu umbigo! Vá a uma festa, divirta-se. Entre em uma briga, fuja de fininho. Isso é a vida. Mas não esqueça da sua toalha!

Vocêtambém pode gostar

0 comentários

Podem comentar, ainda não paga!! Beijo e um queijo!