We accept you one of us!

terça-feira, abril 08, 2014


Desde pequenos somos educados para falarmos sempre a verdade, que a mentira é uma coisa feia e pode nos trazer más consequências. Ou no melhor ditado do tempo da vovó : " A mentira tem perna curta". 

Mentiras não vão longe e são totalmente desnecessárias, principalmente quando se trata de fantasiar sobre o mundo em que você mesmo vive. Não estou falando em sonhar, isso é mágico e importante para o nosso equilíbrio. Estou falando de parar de viver a sua vida e começar a viver suas próprias mentiras.

Nada do que você conta realmente faz parte de você, ou até mesmo as verdades já não soam tão verídicas. É difícil para você mesmo acreditar que está mentido. Oras, por que mentido se você vive nesse mundo?

O que você, só você, não percebe é que as mentiras não são mais convincentes. Deixe cair toda essa indumentária, ninguém precisa provar ser semelhante ao outro, ou contar coisas interessantes apenas para não perder uma oportunidade de ficar calado, ou, cordialmente, apenas curtir as boas novas dos outros. 

Quando você chega em casa e começa a viver sua vida real, o que acontece? Deixou uma parte de você com as mentiras na rua? Mentiras que começaram de forma inocente só para se sentir aceito? Você acha que realmente precisava disso? 


É, realmente. Para o nível de aceitação desejado deve ser requerido uma graduação longa. E me parece que ao redor se ganha até adeptos, necessitados em seguir algo paradoxal. Agora você tem a sua própria versão de mundo multiplicada, com coadjuvantes e figurantes das suas próprias mentiras. Quem vai discordar deles quando eles concordam com você?  Parabéns, você foi aceito! 

Vocêtambém pode gostar

0 comentários

Podem comentar, ainda não paga!! Beijo e um queijo!